GUIA MICHELIN REVELA LISTA DE RESTAURANTES BRASILEIROS PREMIADOS

O renomado Guia Michelin, que desde 1900 elege os melhores restaurantes ao redor do mundo classificando-os com uma, duas ou três estrelas, ganhou uma versão brasileira, que será lançada em abril.

Mas a lista dos restaurantes que foram agraciados com as tão cobiçadas estrelinhas foi divulgada na última sexta-feira (20/03).

DOM

Prato do restaurante D.O.M, o único premiado com duas estrelas (Foto: Reprodução/D.O.M)

 

Ao todo, foram 17 restaurantes premiados: 11 em São Paulo e 6 no Rio de Janeiro, mas nenhum deles recebeu três estrelas.

O restaurante mais bem avaliado pela publicação foi o paulistano D.O.M., do chef  Alex Atala, com duas estrelas. Os demais receberam apenas uma estrela.

Nesta primeira edição, a publicação só avaliou restaurantes localizados em São Paulo e no Rio de Janeiro.

O Michelin tradicionalmente divide os restaurantes em três categorias: os listados, os Bib gourmands  – restaurantes que oferecem boa relação de qualidade e preço – e os estrelados, que são avaliados com uma estrela, duas ou com a cotação máxima de três estrelas (são apenas 111 pelo mundo).

No Guia, receber três estrelas significa que o restaurante possui “cozinha excepcional e merece uma visita especial”. Os lugares com duas estrelas são os com excelente cozinha. Já os premiados com uma estrela são restaurantes que se destacam em sua categoria.

Veja abaixo todos os premiados:

Duas-estrelas
D.O.M., do chef Alex Atala (SP)

Uma-estrela
Attimo, do chef Jefferson Rueda (SP)
Dalva e Dito, dos chefs Alex Atala e Luiz Gustavo Galvão (SP)
Epice, do chef Alberto Landgraf (SP)
Fasano, do restaurateur Rogério Fasano e chef Luca Gozzani (SP)
Huto, do restaurateur Fábio Honda (SP)
Jun Sakamoto, do chef Jun Sakamoto (SP)
Kinoshita, do chef Tsuyoshi Murakami (SP)
Kosushi, do chef George Koshoji (SP)
Lasai, do chef Rafael Costa e Silva (RJ)
Le Pré Catelan, do chef Roland Villard (RJ)
Maní, dos chefs Helena Rizzo e Daniel Redondo (SP)
Mee, do chef Rafael Hidaka (RJ)
Olympe, dos chefs Claude Troisgros e Thomas Troisgros (RJ)
Oro, do chef Felipe Bronze (RJ)
Roberta Sudbrack, da chef Roberta Sudbrack (RJ)
Tuju, do chef Ivan Ralston (SP)

Citados no Bib Gourmand
Antonietta Empório (SP)
Artigiano (RJ)
Arturito (SP)
Brasserie Victória (SP)
Cais (RJ)
Casa Santo Antônio (SP)
Ecully (SP)
Entretapas (RJ)
Esquina Mocotó (SP)
Jiquitaia (SP)
La Cocotte (SP)
L’Entrecôte de Paris (SP)
Lima Restobar (RJ)
Marcel (SP)
Miam Miam (RJ)
Mimo (SP)
Mocotó (SP)
Miya (SP)
Oui Oui (RJ)
Pomodorino (RJ)
Restô (RJ)
Sal Gastronomia (SP)
Tartar & Co (SP)
Tian (SP)
Zena Caffè (SP)

 

Fonte: viagem.catracalivre.com.br  /  blogs.estadao.com.br

Comentar via Facebook