CALDO DE CARNE CASEIRO

Um ótimo coringa para deixar suas preparações mais nutritivas e saborosas! Pode ser utilizado em sopas, risotos, caldos, cremes, molhos e muito mais…

Substitui os caldos industrializados que, em geral, possuem quantidades excessivas de sódio e gordura e, certamente, agridem nossa saúde!

É uma receita um pouco demorada de se preparar, mas considerando que você terá, ao final da preparação, uma boa quantidade de caldo SUPER SAUDÁVEL… Vale a pena o esforço!

caldo de carne receita

Foto: panelaterapia.com

 

Ingredientes:

1,8 kg de ossos e aparas

3 l de água

240 g de legumes, descascados e picados grosseiramente, sendo: 120 g de cebolas, 60 g de salsão e 60 g de cenoura.

Ervas a gosto (louro, tomilho, salsa)

 

Modo de preparo:

1) Lave os ossos retirando restos de sangue ou outras impurezas.

2) Leve os ossos, juntamente com a água, ao fogo bem baixo, sem que a água ferva, por 2 horas. A cada 20 ou 30 minutos retire a “espuma” que se formará na superfície da água. Isso fará com que o caldo fique mais claro e menos ácido.

3) Acrescente os legumes ao caldo e deixe cozinhar por mais 2 horas, sempre em fogo baixo.

4) Adicione as ervas nos últimos 30-45 minutos de cozimento.

5) Coe o caldo e descarte os legumes e ossos. Não é necessário colocar sal.

Caldo de carne caseiro e cubosVocê pode utilizar o caldo imediatamente após o preparo ou congelá-lo para usá-lo depois (dura até 3 meses no freezer). Uma boa dica é congelá-los em forminhas de gelo ou pequenas embalagens de vidro. Assim você poderá dissolvê-lo em outras preparações!

Caso queira um caldo de sabor mais concentrado, deixe cozinhar por mais tempo, o que o tornará mais denso e saboroso, porém, você obterá menos quantidade do caldo ao final da preparação.

 

Dicas Ô Manhê!

Corte os legumes em pedaços de tamanhos relativamente uniformes. Quanto menor o corte, menos tempo de cozimento!

Se preferir um caldo mais encorpado, escuro e de sabor mais forte, leve os ossos já limpos ao forno médio (200°C) até que fiquem dourados.

Com relação às ervas, cuidado aos acrescentar grandes quantidades de ervas que têm seu sabor muito pronunciado (como as folhas de louro frescas, por exemplo). Elas podem “roubar” todo o sabor do caldo!

 

Fonte: Livro Chef Profissional (Instituto Americano de Culinária)

Comentar via Facebook